miércoles, 13 de agosto de 2014

Diego Figueiredo - Dadaiô (2008)



Diego Figueiredo , 29 year old only ,  is considetated one of the most guitar talents of the world. He is winner of several importants  competitions  like Montreux Jazz Competition, VISA Prize and some others. With  a lot of recorded albuns and wroten  books, Diego is showing now his new concert “ From the Classical to the Jazz”. It is a fusion between  Jazz , Bossa-nova and Classical music. Diego has an unique interpretation, with a lot of technique, much emotion,  and his show has been a great sucsses about to the audience.

“One of the greatest guitarists I’ve seen in my whole life” (George Benson), Montreux Jazz Festival 2007.


01. Consolação
02. Deixa
03. Felicidade
04. O Morro Nao Tem Vez
05. All the Things You Are
06. Lamentos do Morro
07. Berimbau
08. Ùltimo Desejo
09. Morena Boca de Ouro
10. Dadaiô
11. Samba De Uma Nota So
12. Valda
13. Na Baixa Do Sapateiro

Diego Figueiredo - Acoustic Guitar
Rodolfo Stroeter - Acoustic Bass
Robertinho Silva - Percussion, Drums

"Hearing is Everything" Peter Watkins


LIRA

Fábio Peron - Em Boa Companhia (2012)


Fábio Peron lançou "Em boa companhia" (independente, com apoio do ProAC), seu primeiro disco. Compositor, cujo principal instrumento é o bandolim de dez cordas, ele é um jovem de vinte e três anos.

Nas primeiras audições de seu trabalho, restou uma dúvida tão agradável quanto de difícil resposta: Fábio é melhor bandolinista ou compositor? Decidi que não me demoraria muito tentando decifrar o enigma a que me propus. Deixei-me levar pela música, pelo som de um instrumento tocado com a intensidade que caracteriza a mocidade e pela beleza das melodias, tudo sempre envolto por harmonias requintadas e traduzidas em múltiplos e brasileiros ritmos.

Além do grupo que o acompanha e permite que ele exponha seus dons, agregando-os aos de cada um que estão ao seu lado, Fábio contou com uma mixagem tão competente de Adonias Júnior que conferiu a este o status de mais um músico no estúdio.

Abrindo o CD, “Pedra 15” (Fábio Peron). Num arranjo de Fábio, o início tem o bandolim agitado. O violão de Thiago Saul e o contrabaixo de seis cordas de Renato Leite marcam o tempo dos compassos com acordes. A bateria de Fernando Amaro puxa a quebradeira. A melodia é popular, dando vontade de aprendê-la e cantar junto. O samba chega logo após a sequência dos compassos iniciais. Num belo intermezzo, o baixo traz para si o suingue.

Segue-se “Samba Brasil” (Fábio Peron). O arranjo é de Fábio, e, como na faixa anterior, antes da entrada do samba, uma introdução – desta vez meio valsa, meio choro – soa lírica. A melodia é belamente solada pelo bandolim. O baixo de André Henrique e o violão de Thiago Saul tocam a melodia pop, de fácil assimilação. A bateria de Fernando Amaro é sutil.

Três faixas acentuam a amorosa homenagem de Fábio a seu pai Italo Peron. Em “Com Você” (Fábio Peron), Fábio criou um arranjo com introdução delicada e bateria vibrando só nos pratos; o bandolim prossegue a melodia, dando-lhe suave encanto, o violão está nas mãos de Italo. Respeitoso, como se não quisesse importunar o brilho do filho, as seis cordas paternas criam atmosfera propícia à emoção. “Sentimento Maior” (Fábio Peron) é uma ode do filho Fábio ao pai Italo, que está ao violão; o baixo de Zeli Silva e a bateria de Edu Ribeiro encorpam a declaração de amor musical. “Euridiciana” (Italo Peron) tem arranjo do autor e conta apenas com o seu violão e o bandolim de Fábio; e é em nome do pai que o dez chora a valsa inspirada em “Valsa de Eurídice”, de Vinícius de Moraes.

“Seu Sete” (Fábio Peron e Thiago Saul), além do brilho inconteste do bandolim de Fábio, tem como destaque a bateria de Fernando Amaro num final que remete levemente a “Sorongaio”, de Pedro Sorongo, gravada por Baden no LP "Baden Powell muito à vontade" (Elenco).

E, assim, Fábio Peron faz a festa. Em suas peças instrumentais, vê-se uma aptidão inequívoca; de seus dedos nasce o som ágil e ardoroso de um instrumento que ele, a cada dia, seguramente ampliará com sua talentosa personalidade.


01. Pedra 15 4:10
02. Samba Brasil 4:52
03. Debandada 6:01
04. Com Você 5:37
05. Sentimento Maior 5:25
06. Euridiciana 5:00
07. Pra Você Ver 5:46
08. Seu Sete 8:13
09. Fantasia By Starlight 4:14
10. Tango 5:54

"Hearing is Everything" Peter Watkins


LIRA

Freddie Hubbard - Sky Dive (1972)



Tracks: 
01 Povo
02 In A Mist
03 Naturally
04 The Godfather
05 Sky Dive
06 Naturally [alternate take]

Personnel: 
Arranged and Conducted by Don Sebesky
Freddie Hubbard trumpet
Marvin Stamm, Alan Rubin, trumpet, flugelhorn
Garnett Brown, Wayne Andre, trombone
Paul Faulise, bass trombone
Romeo Penque, Flute, Flute [Alto], Clarinet, Oboe, English Horn 
Hubert Laws, flue, alto fute, bass flute
Keith Jarrett, piano
George Benson, guitar
Ron Carter, bass
Billy Cobham, drums
Ray Barretto, Airto Moreira, percussion

Recorded: at Rudy Van Gelder Oct. 4th &5th 1972
Label: CTI [CTI 6018] LP 1972; CBS [ZK 44171] CD (RE) US 1988
Producer: Creed Taylor
Genre: Jazz, Jazz Fusion, Jazz Funk

Billboard Albums Charts: 
Year  Album  Chart  Peak 
1973  Sky Dive  Jazz Albums @#2
1973  Sky Dive  R&B Albums @#21
1973  Sky Dive  The Billboard 200 @#165



Thanks to Oldhippierick :-)

RAZ



Amos Hoffman - Carving (2010)


Label RazDaz Records
Year Of Release 2010
Recorded Bardo studios Ramat Gan, September 23-26, 2009
Producer Avishai Cohen / Amos Hoffman


TRACKLIST
01. Monique (Amos Hoffman) 07:04
02. Brown Sugar (Amos Hoffman) 04:11
03. A Minute To Smell The Flowers (Amos Hoffman) 04:22
04. Rea (Amos Hoffman) 04:08
05. Self Portrait (Amos Hoffman) 05:42
06. Ras (Amos Hoffman) 04:22
07. All Alone (Amos Hoffman) 03:18
08. Uncle Charlie (Amos Hoffman) 03:37
09. The Well (Amos Hoffman) 04:19
10. Abe Baby (Amos Hoffman) 06:11
11. Away (Amos Hoffman) 05:38



LINEUP
Amos Hoffman: guitar, oud
Ilan Salem: flute, alto flute
Gilad Abro: contrabass
Amir Bresler: drums
Ilan Katchka: percussion

Special Guests

Avishai Cohen: electric bass [6], calabash [8]
Itamar Doari: darbuka [8]
Shai Maestro: piano [11]





RAZ