viernes, 11 de noviembre de 2016

Sábado 12 & Domingo 13


Sala Porta-Jazz
Edifício A Lutuosa de Portugal
(Av. dos Aliados, nº168 - 4º piso)

Sábado, 12 novembro - 19h
Gabriel / Eurico / Teixeira / Faustino


Julius Gabriel - sax tenor
Eurico Costa - guitarra
Filipe Teixeira - contrabaixo
Rui Faustino - bateria

Dissolver a harmonia no tempo, levar ao lume e juntar os outros ingredientes, com excepção das melodias previsíveis e do azeite. Mexer por 54bpm.

Dissolver, à parte, a bateria e o baixo e juntar ao preparado, mexendo até engrossar. Retirar o louro e triturar bem o preparado com o público.

Levar ao lume mais um pouco e reservar. No palco, colocar luzes, amplificadores, 1 microfone (na vertical) e cabos qb, tudo em camadas.

Tapa-se o concerto com cortinas e por cima, coloca-se o aplauso estrelado (opcional) e depois cobre-se a vénia em fatias para todos os lados. Por fim, anunciar os Cd's e confraternizar com a audiência 15 a 20m.

Venham conhecer a nova morada da Sala Porta-Jazz no Edifício A Lutuosa de Portugal: contamos convosco!


Guimarães Jazz
Domingo, 13 novembro - 22h
Plataforma das Artes e da Criatividade / Black Box 
Projeto Guimarães Jazz / Porta-Jazz #3 - MIRRORS


João Mortágua - saxofone
Ricardo Formoso - trompete
Virxilio da Silva - guitarra
Felix Barth - contrabaixo / baixo eléctrico
Iago Fernández - bateria
Hernani Reis Baptista - instalação

A colaboração entre a Porta-Jazz e o Guimarães Jazz tem como princípio basilar o cruzamento entre música e outra área artística, levando os intervenientes a interagir no processo de criação e performance, encontrando outras formas e elementos para a composição e improvisação em tempo real, como produto de uma residência artística a realizar na semana anterior à apresentação durante o festival.

A formação integra artistas portugueses, mas o convite a músicos emergentes no panorama europeu é também uma premissa neste projecto conjunto, para que se estreitem ou criem laços entre jovens músicos portugueses e estrangeiros. O resultado do trabalho será registado e editado através do Carimbo Porta-Jazz, o braço editorial da Associação Porta-Jazz.

MIRRORS
"E se houver mais vida para lá dos espelhos?" 

Em parceria com o artista plástico Hernâni Reis Batista, MIRRORS propõe-se explorar as reflexões da luz enquanto portais para um espaço inter dimensional, em que dos espelhos surgem novas sensações e até novos paradigmas. 

Num clima de constante descoberta, o mundo que conhecemos metamorfoseia-se a partir da luz que incide em vidros giratórios, mas também a partir de espelhos musicais que emanam de si uma outra arte: a que é feita de nós mesmos; nós, enquanto ser coletivo. 

A criação artística deste projeto parte assim do sentir terreno e da respetiva reação a essa viagem sónica, através do portal-espelho e evolução inerente.